Concilium é uma revista internacional de teologia católica, fundada em 20 de Julho de 1963 e que iniciou as suas publicações em 1965. World- wide journal of theology, seus editores e ensaístas incluem um verdadeiro “quem é quem” dos estudiosos da teologia.

Não só os maiores nomes da teologia católica, mas também novas vozes interessantes de todas as partes do mundo, escreveram para esta revista única. Concilium existe para promover o debate teológico no espírito do Vaticano II, do qual nasceu.

É uma revista católica no sentido mais amplo: enraizada firmemente na herança católica, aberta a outras tradições cristãs e às religiões do mundo. Cada número da Concilium centra-se num tema de importância crucial e de preocupação o mais ampla possível para o nosso tempo.

Com contribuições da Ásia, África, América do Norte e do Sul e Europa, Concilium reflecte verdadeiramente as múltiplas facetas da igreja mundial.

Publicando 5 números por ano, em cinco línguas : portugês, alemão, espanhol, inglês, italiano.
Parou as publicações: croata, francês.

O segundo episódio do nosso podcast está agora online: uma pequena entrevista com Andrea Vicini sobre o seu percurso biográfico e de investigação, entre espiritualidade, ciência e pós-humanismo. https://studio.youtube.com/video Diga-nos...
Mais
Notre engagement en faveur d’une plus grande présence dans le monde numérique est Nosso compromisso com uma presença maior no mundo digital também está ligado à esperança de alcançar muito...
Mais

Newsletter

    Esteja em contato conosco

      Apoie Concilium

      O Jornal Concilium baseia-se deliberadamente nas Escrituras e na história da salvação.

      Ao mesmo tempo, tem a humilde coragem de enfrentar os novos problemas decorrentes das condições humanas dos nossos dias. Procura, com base na nossa situação contemporânea, uma melhor compreensão da Palavra de Deus para o homem e para o mundo do nosso tempo.

      Uma visão teológica deste tipo é necessária para quem, agindo com fé, está activamente empenhado na Igreja e no mundo.

      Edward Schillebeeckx & Karl Rahner